Praia do Rosa
Natureza e diversão em harmonia
Por Renata Lucchesi em 16/11/16
A Praia do Rosa (SC) pode ser considerada um destino completo, com excelentes opções de lazer, gastronomia e hospedagens, além de altas ondas, é claro.
1500x1000
Vista aérea da Praia do Rosa. Foto: SkyZimba.

 

A Praia do Rosa, em Imbituba, Santa Catarina, tem menos de três quilômetros de extensão, mas pode ser considerada um destino completo. Não importa se o seu objetivo é passar o dia surfando ou curtir a noite em meio a muita gente bonita, lá você vai encontrar o que procura. A região ainda preserva o estilo rústico de uma vila de pescadores, mas vem atraindo uma quantidade cada vez maior de turistas jovens – principalmente no verão – que se identificam com a vibe do local, de devoção ao surf e à natureza.

 

Clique aqui para as melhores referências de hospedagens, gastronomia e lazer na Praia do Rosa

 

O pico, um dos mais procurados em Santa Catarina, conta com ondas boas e constantes, que variam de 2 a 6 pés. Qualquer tipo e tamanho de ondulação funciona por lá. Enquanto o Rosa Norte quebra melhor com as de Leste, Nordeste ou Sudeste, acompanhadas pelo vento Nordeste, o canto Sul apresenta suas melhores condições para o surf com ondulações de Sul ou Sudeste e vento terral de Sul.       

  

A Praia do Rosa é a única baía brasileira a fazer parte do Clube das Mais Lindas Baías do Mundo, que conta com apenas 38 participantes. A paisagem é composta por costões, areia branca, mar azul e uma lagoa de água salgada. É claro que a preservação da natureza é uma preocupação constante dos moradores do Rosa. Projetos como o Rosamor têm como objetivo manter a praia sempre limpa, seja com os mutirões de limpeza, a instalação de coletores de bitucas de cigarro ou com a colocação de placas com mensagens como “deixe seu amor...leve seu lixo”. Felizmente, a maioria dos turistas que visitam o Rosa têm consciência ambiental e aprovam iniciativas como as realizadas na última Virada Mágica, uma das festas de réveillon mais famosas e badaladas do Brasil. Os organizadores do evento, batizado de Eco Edition, usaram copos retornáveis em vez dos descartáveis, e também mensuraram e compensaram o impacto ambiental de todas suas atividades adquirindo créditos de carbono provenientes de projetos ambientais.

 

622x415
Albergue Explorer proporciona visão privilegiada do mar e das ondas. Foto: Reprodução.

 

Boa parte das hospedagens na Praia do Rosa seguem práticas sustentáveis, e a esmagadora maioria fica em meio à mata nativa, com vista para o mar e trilhas para a praia. Há opções para todos os gostos e bolsos, para famílias ou grupos de surfistas, de simples pousadas a hotéis mais requintados. Uma boa maneira de compreender o clima descontraído e amigável do Rosa é ficando em um hostel, como o Albergue Explorer. Lá, é possível ver as condições do mar direto da sacada dos quartos, tanto dos individuais, quanto dos compartilhados. A hospitalidade do casal de donos e dos funcionários faz com que você se sinta em casa – uma casa bastante animada, já que churrascos e conversas madrugada a dentro são de praxe. No bar, os idiomas se misturam após algumas cervejas e é possível perceber que, no fim das contas, os argentinos até que são legais. E não só eles. Turistas de diversas partes do mundo se unem no deck para ver o alucinante nascer do sol no Rosa. O céu vira uma explosão de cores incríveis e não há palavras em português, inglês ou espanhol que consigam traduzir o sentimento de gratidão entre os presentes.

 

3072x2048
Pico da Tribo é ótima opção para quem curte a noite. Foto: Reprodução.

  

A variedade gastronômica também é notável, com restaurantes especializados em frutos do mar, comida brasileira, italiana, francesa e até tailandesa. No centrinho, o restaurante japonês Goen chama atenção pelo movimento – ele fica aberto de segunda a segunda, durante o ano inteiro. O ambiente descolado atrai e a ótima comida conquista de vez. Para quem é da noite, o Pico da Tribo é parada certa. A balada mais tradicional do Rosa tem a maior concentração de gente bonita por metro quadrado. A vibe de lá impressiona: todos transmitindo uma alegria contagiante, seja trocando ideia na área aberta, seja curtindo reggae, hip hop ou rock na pista. É impossível resistir à energia do local.

 

622x415
Goen reúne culinária japonesa com um ambiente aconchegante e descolado. Foto: Reprodução.

 

Quem não surfa e não curte baladas também consegue aproveitar a região. O que não faltam são trilhas em Garopaba com um visual alucinante, que desembocam, geralmente, em lugares pouco conhecidos. Cavernas, inscrições milenares e banheiras naturais no meio das pedras são só algumas das surpresas que existem por lá. Outros roteiros podem te levar à Gaia Village, uma vila sustentável, ou ao Centro de Yoga Montanha Encantada, onde é possível passar o dia meditando ou recebendo massagens.

 

Se você prefere mais adrenalina, com certeza irá se sentir em casa na SkyZimba Paraquedismo, em Barra de Ibiraquera. O local por si só já vale a pena: o sítio de 40 hectares conta com restaurante, quadra de vôlei e um recém-inaugurado Cable Park, que permite a prática de wakeboard. Mas nada disso se compara à sensação de saltar de paraquedas em um lugar tão privilegiado pela natureza. A 10 mil pés de altitude, não é o medo que tira o fôlego, mas, sim, a visão que se tem lá de cima. O mar, lagos, dunas, ilhas e diversas tonalidades do verde da vegetação se combinam em uma paisagem que mais parece pintura. Os quarenta segundos de queda livre parecem voar e, então, quando o paraquedas se abre, você tenta absorver toda aquela beleza durante os pouco mais de cinco minutos de navegação. E quem foi para a Praia do Rosa já amando a natureza, volta com a certeza de que ela é ainda mais impressionante.

 

Veja também
Maresias

Maresias

Na onda do casamento

Vila Tamarindo

Vila Tamarindo

Refúgio no Campeche

Maresias

Maresias

Destino exuberante

Férias em família

Férias em família

Maresias é o destino

Maresias

Maresias

Vale a queda

Ibis Styles

Ibis Styles

Inspirado nas ondas

Estabelecimentos
Picos