Portugal
A rota do surfe
Por Léo Mota em 02/02/18
Se você não é surfista profissional, mas quer embarcar em uma surf trip cheia de emoções e com diversão garantida para toda a família, Portugal é o destino certo pra você.

Você gosta de surfar com os amigos, pega onda aos finais de semana, planeja uma surf trip e quer levar sua família ou namorada? Com certeza em qualquer umas dessas ocasiões, Portugal é a pedida certa. Um país que fala a mesma língua que nós, oferece ótima variedade de comidas, excelentes opções de hospedagens e, claro, muito surfe!

 

Clique aqui para conhecer os surf points de Portugal

 

Ao chegar na capital Lisboa, você vai encontrar um ambiente acolhedor, para se sentir literalmente em casa. E o melhor, a apenas 30 minutos de Cascais, com duas praias incríveis.

 

676x508
Carcavelos oferece ótimas ondas para o surfe, além de um visual alucinante. Foto: Portuguese Waves.

  

Carcavelos apresenta ondas para a direita e para a esquerda, cavadas, rápidas, fortes e divertidas. Com fundo de areia, as ondas ficam melhores acima de 1 metro, chegando a 2 metros com boas condições.

 

Já a praia do Guincho, que fica ao lado, apresenta em dias menores um surfe propício para iniciantes. Mas em dias maiores, os experientes têm a chance de pegar um mar perfeito. Palco de campeonatos nacionais e internacionais, a praia dispõe de chuveiros, estacionamento gratuito, posto de atendimento, restaurantes e bares ao redor.

 

675x508
Praia do Guincho pode satisfazer todos os tipos de surfistas. Foto: Divulgação.

 

Em toda sua surf trip, fechando um carro alugado você pode acompanhar melhor o swell. E o primeiro impacto de Portugal já bate na porta, com uma verdadeira estrutura digna de Europa nas estradas. Muito bem sinalizadas em todo o litoral, preço baixo na locação de ótimos carros e 2 mil km para desbravar de Norte a Sul do país.

 

No clima de se aventurar pelas ondas portuguesas, um início de roteiro interessante fica por conta do Norte do país. Percorrer três hora e meia no trânsito de muitas regiões brasileiras é desgastante, com estradas ruins ainda por cima. Mas chegar em Viana do Castelo, surfar a onda do Cabedelo e poder ficar hospedado de frente para o mar, em um hotel impecável como o FeelViana Hotel, vale até o brinde de uma Super Bock gelada ou algumas taças de vinho ao final do dia.

 

Com sua família, os filhos vão andar de bike, skate, stand up, surfe, sempre acompanhado de profissionais capacitados e amigáveis. Nas montanhas ou nos rios da região, a diversão é garantida.

 

Para os casais apaixonados, as suítes e bungalows do hotel são totalmente novas e completas, com spa e massagem, nada mal para o pós-surfe, durante toda sua hospedagem.

 

Na barca dos amigos, o bar e o restaurante ficam abertos o dia todo. Em dias de mar ruim é possível se aventurar nas muitas trilhas e passeios históricos da região. Yoga, Pilates & Stretching fazem parte também.

 

2048x1257
Hotel FeelViana oferece localização privilegiada e acomodações aconchegantes. Foto: Divulgação.

 

Seguindo pelo roteiro, uma próxima parada fica por conta da Praia do Espinho. Com um tempo menor de carro, você logo chegará e encontrará muito surfe e opções de turismo na região. Para os mais aventureiros, o local oferece opções de campismo e contato direto com a natureza.

 

900x1200
Praia de Espinho e seu pôr do sol de cinema. Foto: Léo Mota.

Mas quando o assunto é surfe, um mar constante, que funciona com qualquer maré e ótimas ondas garantem a session na sua passagem. Apostando muito no turismo de surfe, a página Espinho Surf Destination pode trazer muitas informações extras e vídeos do que esperar das ondas por lá.

 

676x508
Praia do Espinho também oferece surfe de qualidade. Foto: Portuguese Waves.

 

Outra parada muito indicada é a Figueira da Foz, principalmente a Praia de Buarcos. Internacionalmente conhecida pela sua longa onda de direita, com várias seções e algumas tubulares para fazer a cabeça.

 

784x434
Praia de Buarcos oferece direitas intermináveis. Foto: Portuguese Waves.

 

Para se hospedar na região fica fácil de indicar o Quinta D’ Anta, um hotel que conversa com o surfista e vai te receber maravilhosamente bem. Grandes atletas brasileiros do surfe ficam hospedados lá, alguns utilizando como base para surfar a temida onda de Nazaré, inclusive.

 

1920x2400
Praia da Nazaré, um fenômeno único da natureza. Foto: Léo Mota.

 

Essa parte do roteiro pode ser a mais especial para muitos surfistas, mesmo não tendo possibilidade de pegar onda, porque Nazaré é um capítulo à parte na história do surfe mundial. Se definirmos como uma corrida de Fórmula 1 não é exagero, a marina da região abriga verdadeiros “boxes” da Red Bull, Mercedes, Yamaha, entre outros, que guardam os equipamentos de muitos atletas pelo mundo.

 

Um fenômeno natural, uma onda incrivelmente grande, que pode assustar, além de um cenário emocionante para os apaixonados por esse esporte não botarem defeito.

 

900x1200
Praia da Nazaré reúne os equipamentos dos maiores big riders do esporte. Foto: Léo Mota.

 

Depois dessa experiência, pode-se ir direto pegar a onda do Circuito Mundial. Motivado com certeza, já vai estar em Peniche, que proporciona toda adrenalina necessária que para colocar o surfe em dia.

 

A Praia de Supertubos faz parte do Tour da Word Surf League e tem seus motivos. As ondas desafiam até surfistas extremamente experientes em algumas condições. Com fundo de areia, você vai pegar ondas tubulares para os dois lados.

 

Vale a pena esperar o swell por alguns dias, ou você ainda pode dar a sorte de já chegar com o mar funcionando. Hospedado no Star Inn Peniche, vai ficar de frente para praia, com estrutura e experiência de quem hospeda também grandes surfistas do Circuito Mundial.

 

1400x933
Supertubos recebe anualmente a etapa portuguesa do Circuito Mundial. Foto: WSL / Poullenot.

 

Com tantas opções de qualidade para o surfe, chegou a hora de partir para o Sul do país e se encantar todos os dias com o visual das praias e das estradas.

 

Algarve promete te entregar um final de viagem marcante, principalmente pelas inúmeras opções de surfe e ondas na região. Beliche, Tonel, Carrapateira, Praia da Luz e Canal são algumas delas. Mas a Arrifana é um local privilegiado, umas das mais belas vistas panorâmicas da região da Costa Vicentina. Com fundo arenoso e rochoso, pode ser considerada um pico clássico, que repõe qualquer energia. Alguns dias nesse paraíso são suficientes para fechar com chave de ouro sua surf trip.

 

675x508
Arrifana oferece altas ondas e vista panorâmica. Foto: Portuguese Waves. Foto: Divulgação.

 

Portugal carrega em todos os lugares um belíssimo pôr do sol de luz, repleto de beleza e luz natural. Em uma viagem de 15 dias, com certeza pelo menos uns 10 você vai parar para assistir ou surfar guardando esses visuais incríveis na memória. Visite Portugal e viva todas essas experiências. Aqui fica minha sugestão, mas as opções são tantas, que cada pessoa molda seu roteiro da forma que preferir, com uma possibilidade mais incrível do que a outra.

Veja também
Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

Encantos do Secreto

Só Delas Sicrupt

Só Delas Sicrupt

Fotos da barca

Só Delas Sicrupt

Só Delas Sicrupt

Surfe liga as meninas

Ilhas Maldivas

Ilhas Maldivas

Pacote ao paraíso

Swell de norte

Swell de norte

Alegrias do verão

Pecém

Pecém

Point desperta no Ceará

Estabelecimentos
Picos