Em busca das ondas
Como encarar uma trilha
Por Redação Guia Waves em 11/07/16
Saiba como se preparar para encarar qualquer trilha em busca das ondas.

Quem não gosta de atividades ao ar livre? Trilhas são sempre uma ótima opção para quem quer fugir da monotonia e se aventurar em meio à natureza. Existem diversos níveis, mas a diversão é garantida em todos. Então arrume a mala, prepare a mente e recarregue as energias com uma bela caminhada pelas florestas desse imenso Brasil.

 

1400x930
Trilhas na floresta normalmente apresentam diversos desafios e persistência pode ser a chave para atravessá-las. Foto: Fellipe Ditadi / Birden.

 

Preparação


Antes de fazer qualquer trilha, é necessário uma boa preparação física, psicológica e logística. Tenha noção do seu preparo físico. Caso seja sua primeira vez, escolha caminhadas mais leves. Um erro comum é achar que está preparado e se deparar com muitos imprevistos que podem acabar estragando sua viagem. Além do preparo físico, se prepare mentalmente para a possível hostilidade que a natureza pode oferecer. Poeira, insetos, cansaço e adversidades podem aparecer no caminho, mas nada que não seja suportável. E esteja preparado para os seis fatores principais: calor, frio, claro, escuro, seco e molhado. Claro que um pouco de sofrimento pode ser um estímulo para superar os desafios, portanto, mantenha a persistência.

 

Conhecimento


Buscar informações antecipadas sobre a trilha que você percorrerá é um ponto fundamental. Muitas pessoas escrevem depoimentos na internet e comentam sobre as mais variadas trilhas, o que pode ajudar aos novatos de primeira viagem. Também é sempre bom levar GPS, mapas e bússolas para auxiliar na localização. Calcule a média de tempo que a trilha poderá levar. Assim, você pode se planejar melhor sobre o que carregar, como descansar, por onde ir, etc.

 

Equipamentos


Certifique-se de utilizar os equipamentos adequados. Você não precisa obrigatoriamente ter uma mochila específica para trilhas, mas tenha em mente que elas são fabricadas pensando no maior conforto e segurança para você no momento da caminhada. Além de serem espaçosas, elas te ajudam a proteger suas costas, que sentirão o peso da bagagem, dependendo do quanto você pretende levar. Deixe em fácil acesso os itens que você poderá precisar no meio do caminho, como bebidas, lanches, lanterna, canivete, lenços, primeiros socorros, entre outros.

 

Vestimentas


Utilize as vestimentas certas. Se estiver calor, opte por roupas leves e flexíveis, pois são mais confortáveis. Se estiver frio, tente se vestir em camadas, de preferência, com tecidos finos. Dessa maneira, conforme seu corpo for esquentando, você vai retirando as peças de roupa. Dica: deixe em casa calças jeans e camisetas de algodão. Além de não serem práticas para as trilhas, caso forem molhadas, demoram para secar e ainda te deixarão gelado.

 

Calçados


Nunca se esqueça de usar os tênis apropriados. Os mais indicados são os de academia e as botas de caminhada. As de cano alto são melhores, pois evitam torções. Dica para os pés: para evitar as indesejáveis bolhas, coloque fita adesiva estilo silver tape nos lugares em que elas normalmente aparecem, como tornozelo, dedinho ou dedão. Uma alternativa é usar uma meia fina com uma meia grossa por cima. Assim, seu pé fica longe do atrito, evitando o aparecimento das bolhas.

 

960x638
Optar por roupas leves é sempre uma ótima alternativa. Foto: Fellipe Ditadi / Birden.


Hidratação


Manter-se hidratado é uma das partes mais importantes da caminhada. Assim que o cansaço pesar, a água vai te salvar da desidratação, te dando energia para continuar com o esforço físico. Muitas vezes é necessário utilizar a água disponível do próprio local, então saber como purificá-la possibilitará seu consumo. Um kit de dióxido de cloro pequeno pode te ajudar a purificar a água sem pesar no seu bolso, são leves, compactos e baratos. Outra opção é tratar a água com iodo e depois filtrá-la.

 

Organização


Maximize a eficiência da sua mochila. Leve somente o essencial e evite peso extra com itens que você provavelmente não irá utilizar. Saiba organizá-la e distribuir o peso igualmente dos dois lados para não sofrer com eventuais desconfortos. Não se esqueça de itens essenciais como lanterna (com pilhas reservas), protetor solar, boné, kit de primeiros socorros, papel higiênico e sacos plásticos.

 

Pranchas


Se você for fazer trilha com pranchas, as coisas podem ser um pouco dificultadas. Verifique se a trilha possui vegetação muito fechada ou aberta, pois será um fator importante na hora de carregá-la. A melhor maneira é levá-la encapada embaixo do braço. É o jeito mais seguro para que ela não sofra tantos arranhões ou quedas. Existem capas com ganchos para que você possa prender uma alça e deixá-la mais prática para caminhar. Tente deixar todos os equipamentos da sua prancha, como leash, quilhas, parafina e wetsuit, dependendo do lugar, juntos em um mesmo compartimento para facilitar na hora de pegá-los, além de organizar melhor a sua mochila. A parafina deve ser deixada dentro de um saco plástico para que não grude nas roupas, nem derreta dentro do compartimento.

 

2300x1533
Nada como a recompensa de finalmente chegar àquele tão sonhado pico com altas ondas e sem crowd. Foto: Fellipe Ditadi / Birden.

 

Veja também
Riscos do surfe

Riscos do surfe

Como tornar sua session mais segura

Sem roubadas

Sem roubadas

Camping para todos

Surftrip numa boa

Surftrip numa boa

Farmácia de viagem

Viagem tranquila

Viagem tranquila

Como embalar sua prancha

Mundial no Brasil

Mundial no Brasil

Saiba onde ficar e comer no Rio

Estabelecimentos
Picos