Fuga da rotina
Viagens Alternativas
Por Redação Guia Waves em 04/07/15
Saiba como surfar pelo mundo gastando pouco e aprendendo muito.

Todos nós temos o desejo de explorar o mundo. E não é à toa, é viajando que aprendemos mais sobre nós mesmos e sobre o mundo em que vivemos. Viajar nos torna mais humanos, faz nos sentirmos mais vivos, mais interessados, curiosos e parte de algo muito maior. Passamos a apreciar cada momento como se fosse único, a ver não apenas com os olhos, mas com a mente e agradecer pelo que temos à nossa frente. Viajar sempre foi preciso e ainda é. Então porque não viajamos mais?

 

A desculpa mais comum que vemos por ai é a falta de dinheiro. Sim, o dinheiro é realmente necessário, mas talvez seja muito menos do que se imagina. As tecnologias de hoje em dia, a internet e a facilidade de se conectar com outras pessoas ao redor do mundo tornaram as viagens muito mais práticas e econômicas. Um novo movimento surgiu nos últimos anos no que diz respeito ao estilo de vida, e trouxe à tona novamente a antiga prática do escambo. Hoje é possível viajar para basicamente qualquer lugar do mundo e não pagar por hospedagem, nem por alimentação. Se você possui algo para trocar, seja uma habilidade, força de trabalho ou até mesmo produtos, você pode transitar por aí sem muitos problemas monetários.

 

623x415
Marcos Gabriel, Bárbara Müller e Miguel Silveira na França. Foto: Otávio Marotti.

 

Por exemplo, se você estiver planejando uma viagem para a Austrália, ao invés de se hospedar em um hotel, você pode ser babá da casa de uma família na beira da praia. Sites como o Trusted Housesitters te ajudam a encontrar pessoas de outros países que viajarão durante determinada época e que precisam de pessoas para cuidar de suas casas, plantas e animais enquanto estão fora. Dependendo do acordo que você fizer com os proprietários, você pode até mesmo comer o que estiver na cozinha deles, além de usufruir de tudo que tiver na casa, como piscina, banheira, jardim, etc.


Outra opção legal, principalmente para quem se incomoda em se hospedar na casa de pessoas desconhecidas, é o site World Packers. Criado por brasileiros, o World Packers oferece acomodação, refeição e lavanderia em hostels, albergues e pousadas ao redor do mundo, em troca de trabalho. Nele, você cadastra suas habilidades, escolhe seu destino e se conecta com pessoas que precisam daquilo que você oferece. Por exemplo, se você possui uma câmera fotográfica e faz belas fotos, você pode vender este trabalho para uma pousada que precisa de foto para divulgar o estabelecimento e com isso você ganha alguns dias de hospedagem grátis.


O HelpX é a versão gringa do World Packers, com a diferença que o Helpex funciona com um sistema de “match” entre quem busca e quem oferece. Além disso, as acomodações se estendem também para hotéis e, principalmente, para fazendas e ranchos. Neste site, para ter acesso a todas informações é necessário pagar uma quantia em euros e obter uma assinatura. Mas, o interessante do Helpex é que nele, os viajantes podem receber outros tipos de benefícios como, por exemplo, aulas de yoga, internet grátis, passeios a cavalo, etc.

 

1105x651
Anúncio que busca pessoas interessadas em trabalhar com Recepção, Decoração, Jardinagem ou Adiministração em troca de estadia. Foto: Site Worldpackers.

 

Uma tendência rural e sustentável tem surgido também neste cenário. O trabalho voluntário em fazendas ecológicas ao redor do mundo está conectando pessoas que desejam aprender um pouco mais sobre agricultura orgânica e vivenciar um estilo de vida alternativo viajando. É uma nova maneira de viajar com baixo custo monetário e alto aprendizado. Organizações nacionais como o WWOOF, promovem este tipo de interação entre os agricultores do país escolhido e os membros do site. Através dele você mora com seu anfitrião e, portanto, recebe acomodação e refeição em troca da força de trabalho. Apesar de ser uma experiência voltada para o ensino você não deixará de surfar, pois as horas de trabalho são previamente estabelecidas com a consideração de que você está lá em viagem.


Se ainda assim você não encontrou um site ideal para te ajudar nessa busca, o Workaway não vai te deixar na mão. Esse site possui um dos bancos de dados mais variados, oferecendo para seus membros todos os tipos de opção de trabalho, desde babá até ajudante de centros de mergulho. O diferencial do Workaway é que nele tanto pessoa física quanto jurídica podem se cadastrar como host (anfitrião), por isso você pode escolher o que se encaixa melhor para a sua necessidade. Se você quiser ganhar experiência na sua carreira, pode ir para uma empresa. Já se quiser aprender mais sobre a cultura local, a língua, etc., você pode escolher uma casa de família e viver um pouco mais da realidade local.


Assim, podemos afirmar que viajar pelo mundo não é uma atividade e hobby só de milionário. Basta estar disposto a ajudar alguém que precisa de uma mãozinha do outro lado do mundo.

 

1500x1000
Já escolheu seu próximo destino? Foto: Lawrence Lansing.

 

Veja também
Riscos do surfe

Riscos do surfe

Como tornar sua session mais segura

Em busca das ondas

Em busca das ondas

Como encarar uma trilha

Sem roubadas

Sem roubadas

Camping para todos

Surftrip numa boa

Surftrip numa boa

Farmácia de viagem

Viagem tranquila

Viagem tranquila

Como embalar sua prancha

Mundial no Brasil

Mundial no Brasil

Saiba onde ficar e comer no Rio

Estabelecimentos
Picos