Arquipélago
Tubos e conexões de Noronha
Por Israel Rocha em 26/03/12
Israel Rocha (foto) descreve sensação de paz e alto astral em viagem a Fernando de Noronha (PE).

O verão no Santinho, Florianópolis (SC), foi de muito trabalho. Nada melhor do que comemorar com uma viagem com os amigos para Fernando de Noronha (PE).

Chegamos ao arquipélago e logo fomos surfar. A adrenalina estava intensa, pois do avião já avistamos as praias com altas ondas.

De cara percebemos a força e a dificuldade de surfar aquelas ondas. Tubos insanos e ocos quebravam na bancada e mesmo depois de ver vídeos e fotos, ao vivo tudo parece diferente.

Observamos os surfistas locais que dominam o pico e fomos nos adaptando as condições. Desfrutamos de excelentes momentos, que ficarão para sempre registrados em nossas memórias.

Em Noronha o contato é direto com a natureza. Respiramos praia, mar e surf o dia inteiro. A intensidade dos dias no arquipélago trazem um sentimento de paz e alto astral, que parece ser característico da ilha.

A simplicidade e rusticidade do lugar nos leva a refletir sobre a vidas e sentir que podemos ser felizes sem luxo. Às vezes deixamos passar os verdadeiros valores da vida.

 

Voltamos todos em êxtase, com as energias renovadas e prontos para a nova estação.

 

Colaborou Gabriel Novis

Veja também
Mecânica de Nazaré

Mecânica de Nazaré

Segredos do Canhão

Icaraí

Icaraí

Sessão com terral

Lagoinha do Leste

Lagoinha do Leste

Rolê pelo alto

Marcio David

Marcio David

Conexão catarinense

Social Surf

Social Surf

Um guia de El Salvador

Maresias

Maresias

Na onda do casamento

Estabelecimentos
Picos