Mundial no Brasil
Saiba onde ficar e comer no Rio
Por Redação Waves em 11/05/16
Tudo que você precisa saber sobre o CT no Rio, além de referências de hospedagem e alimentação para o campeonato.

Na última terça-feira (10/05) começou o Oi Rio Pro, etapa brasileira do Circuito Mundial, que traz atletas da elite para competirem em águas cariocas até o dia 21 de maio. Conhecido por acontecer no famoso Postinho da Barra da Tijuca, este ano o evento rola em um novo palco, nunca antes utilizado pela World Surf League, a praia de Grumari. O Postinho permanece como “backup” e também pode receber a competição em alguns dias.

 

709x467
Grumari, Rio de Janeiro (RJ). Foto: Beto Paes Leme.

 

Grumari é uma praia de águas límpidas, totalmente balneável e capaz de receber ondulações de quase todas as direções, quase sempre consistentes. Localizada em um Parque Municipal em Área de Preservação Ambiental (APA), a área possui cerca de 2,5 quilômetros de extensão e é cercada por encostas rochosas e um anfiteatro de Mata Atlântica, transformando o local em um cenário selvagem e paradisíaco. Possui ondas de qualidade, que funcionam com frequência e podem facilmente ficar clássicas. É um beach break de ondas potentes, que fica melhor ainda com o vento Sudoeste e as ondas podem quebrar boas entre 1 e 2,5 metros. O acesso ao local se dá a partir do Recreio dos Bandeirantes, por meio da Avenida do Estado de Guanabara, que tem início no encontro da praia da Macumba com o canal do Rio Morto.

 

Já a praia da Barra fica na Zona Oeste, com aproximadamente 14 quilômetros de extensão e dezenas de valas diferentes, todas com ondas fortes e cavadas. No canto esquerdo, destaque para a “região do Pepe”, onde se encontra a Laje do Postinho, que dependendo do swell, fica clássico. No meio, o destaque para a vala do Barramares, que funciona com tubos de calibre internacional em algumas ocasiões. E no canto direito o destaque vai para o point do Recreio, onde quase sempre tem uma vala. Quando o mar sobe para valer, as ondas na Barra fecham um pouco, mas na maré certa é possível pegar os tubos da vida.

 

5472x3648
Freddy Patacchia, Oi Rio Pro 2015, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (RJ). Foto: Henrique Pinguim.

 

Ambos os picos possuem altas chances de oferecer boas condições para a realização do campeonato. Como a praia de Grumari é um patrimônio ambiental, possui limite de acesso e estacionamento restrito, sendo prioridade aos atletas e seus acompanhantes, staff técnico e imprensa. O estacionamento terá limite de 600 veículos e, depois disso, só poderão entrar a pé, de bicicleta ou nos micro-ônibus que a organização do Oi Rio Pro disponibilizará para o público.

 

Uma alternativa é se estabelecer pelos arredores de Grumari e da Barra, como, por exemplo, na Barra Sol e no Royalty Barra. A Barra Sol é a primeira pousada da Barra da Tijuca, muito bem localizada a 5 minutos da praia e próxima a shoppings, bancos, casas de show, bares e boates. A pousada ainda oferece café da manhã, internet e estacionamento inclusos na diária. Para quem está a procura de uma hospedagem mais econômica, também possuem uma opção no estilo hostel.

 

622x415
Barra Sol, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (RJ). Foto: Rico Sombra. 


De frente para o mar da Praia do Pepê, na mais sofisticada localização da Barra da Tijuca, encontra-se o Royalty Barra Hotel, um moderno hotel 4 estrelas onde você irá usufruir momentos de excelência e conforto, numa estrutura moderna e agradável, que farão da sua viagem uma experiência única e surpreendente no Rio de Janeiro.

 

622x415
Royalty Barra, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (RJ). Foto: Divulgação. 

 

Ainda na região, encontram-se as praias do Recreio dos Bandeirantes e da Macumba. No Restaurante Natural do Recreio, você pode sair da praia, tomar uma ducha e relaxar em uma das espriguiçadeiras estilo balinês que fazem parte da decoração tropical. Possui deck ao ar livre e clima leve e descontraído, bem ao estilo "Slow Food", no qual os alimentos são apreciados sem pressa, de forma natural. Depois desta experiência gastronômica, você pode se hospedar no Hostel Braz, totalmente reformado, redecorado e adaptado pela família Braz com muito carinho e bom gosto para oferecer um tranquilo ambiente residencial.

 

622x415
Natural do Recreio, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro (RJ). Foto: Divulgação. 

 

5616x3744
Hostel Braz, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro (RJ). Foto: Divulgação. 

 

Além de oferecer uma das ondas mais cheias dos picos da região, a Macumba ainda conta com uma vasta variedade de hospedagens, como hostels, pousadas, apartamentos e surf camps. O Rio Surf N Stay é um Surf Camp que oferece pacotes de acomodação com aulas de surf e/ou aluguel de equipamentos a viajantes que buscam um lugar tranquilo junto à natureza, com boas ondas para a prática do esporte. O hostel encontra-se a 300 metros da praia da Macumba e a 3 quilômetros da famosa Prainha no bairro do Recreio dos Bandeirantes. A casa tem quartos privados com ar condicionado e banheiro, quartos compartilhados para 6 ou 4 pessoas e um quarto privado para solteiro com banheiro e ventilador. Também possuem entretenimentos gratuitos como slack line, altinha na prainha, skates, entre outros com cobrança simbólica, como churrascos aos sábados, passeios turísticos, aluguel de bike, massagem e fotógrafo.

 

622x414
Rio Surf N Stay, Macumba, Rio de Janeiro (RJ). Foto: Divulgação. 

 

Para quem busca mais comodidade, o Reserva Pontal já está localizado na praia da Macumba. O apartamento possui vista total da praia e da Pedra do Pontal. O condomínio também oferece todos os tipos de lazer, como piscina, sauna, sala gourmet, churrasqueira, restaurante e até um pranchário para lavar o equipamento após o surf.

 

622x415
Reserva Pontal, Macumba, Rio de Janeiro (RJ). Foto: Divulgação. 

 

Outro Surf Camp da região é o Hereda Surf Hostel, um lugar único onde você será recepcionado por uma família de surfistas que fará de tudo para que se sinta em casa. O hostel possui suítes com ar e TV a cabo, quartos privados e compartilhados, piscina e área de lazer. A escola de surf do hostel é formada por surfistas profissionais e tem toda a estrutura com variedade de pranchas e quipamentos. No Hereda Surf Hostel você encontrará pessoas de todas as nacionalidades e com o mesmo desejo de levar na bagagem momentos inesquecíveis da passagem pelo Rio.

 

1280x853
Hereda Surf Hostel, Macumba, Rio de Janeiro (RJ). Foto: Divulgação. 

 

Uma hospedagem diferenciada é o Pontal Hostel, uma "pousada-albergue" próxima às praias mais bonitas da região, de cachoeiras e trilhas, onde o hóspede poderá fazer passeios alucinantes e aproveitas as belezas naturais da Zona Oeste carioca. O hostel dispõe de um lindo jardim com piscina, lounge com TV a cabo, redes nas varandas, guarderia de pranchas e um salão na área interna onde é servido o café da manhã. O salão ainda conta com uma churrasqueira, um forno à lenha e uma cozinha completa com fogão cook-top, geladeira e forno de microondas.

 

622x415
Pontal Hostel, Macumba, Rio de Janeiro (RJ). Foto: Divulgação. 
Veja também
Riscos do surfe

Riscos do surfe

Como tornar sua session mais segura

Em busca das ondas

Em busca das ondas

Como encarar uma trilha

Sem roubadas

Sem roubadas

Camping para todos

Surftrip numa boa

Surftrip numa boa

Farmácia de viagem

Viagem tranquila

Viagem tranquila

Como embalar sua prancha

Estabelecimentos
Picos