Festival Oca Feminino
Pranchões fazem história
Por Isabela Panza em 31/10/17
Festival Prancha Oca Feminino conta com número recorde de inscritas na praia do José Menino, Santos (SP).

O Festival Prancha Oca Feminino foi realizado nos dias 30 de setembro e 1 de outubro na praia do José Menino, em Santos (SP). Ao todo foram 150 inscritas de lugares como Rio de Janeiro, Recife, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, São Paulo, além de toda a Baixada Santista, superando todas as expectativas no festival com o maior número de inscritas no longboard feminino da história.

Apesar de não ter caráter competitivo, as meninas surfaram em baterias de 30 minutos e eram avaliados quesitos do longboard clássico como hang ten e hang five, footwork, estilo e onda. O mais importante foi o espírito Aloha de companheirismo e camaradagem entre as mulheres na água.

Em prol dos alunos com necessidades especiais da Escola de Surf de Santos, o festival conseguiu arrecadar R$ 3 mil com o leilão de um bloco shapeado por Carlos Mudinho e Cisco Araña. Além disso, a banda de surf music santista Bella Huna fez um show no Cine Roxy e lançou seu clipe na noite do evento, quando proprietário Toninho Campos cedeu uma das salas para amostra de filmes de longboard e sorteio de brindes. A entrada também foi revertida à causa.

A marca New Advance ainda deu um longboard pra ser sorteado entre as inscritas e a ganhadora saiu muito feliz, principalmente porque ainda não tinha sua própria prancha.

 

Organizadora do evento, Isabela Panza ficou muito feliz e satisfeita com o resultado: "Foi mágico ver todas aquelas mulheres surfando juntas por uma causa tão nobre. É importante valorizar o estilo clássico e as mulheres fizeram isso com muito estilo e ousadia. É um marco importante para o longboard feminino, tivemos muitos apoiadores e quem participou saiu muito satisfeito. Estou realizada com o sucesso que foi o evento”, diz.

Além das baterias das mulheres, o evento contou com a bateria dos Mestres, da Família (mães e filhos) e a bateria dos Staffs e Convidados.

A cultura local também foi representada pelas Xondárias, mulheres de uma tribo indígena que levaram músicas, artesanatos e danças para encantar o público.

 

A Prefeitura Municipal de Santos, realizadora do evento, teve como representante no evento o secretário de esportes Sadao Nakai e a vereadora Audrey Kleis, além de mulheres e surfistas que fizeram historia e foram homenageadas na cerimônia de encerramento.

Veja também
Footwork e Noseride

Footwork e Noseride

Caio Teixeira promove clínica

Times Square

Times Square

Telão destaca Koxa

Blue Birds BR

Blue Birds BR

Turismo responsável em Saquarema

Wind e kitesurf

Wind e kitesurf

Portugal recebe mundiais

Surf House Girls

Surf House Girls

Portas abertas no Guarujá

Proteção ambiental

Proteção ambiental

Imbituba recebe reforço

Estabelecimentos
Picos